A sonoridade representa muito nas letras de música, poemas e ditados populares.


O que é aliteração?

A aliteração é um recurso da língua portuguesa pertencente às figuras sonoras. Sua ocorrência se dá pela repetição de uma mesma letra consoante e/ou sons consonantais em uma determinada frase, causando assim uma interferência no som da leitura reproduzida.

De acordo com esta figura de linguagem, as repetições das letras podem aparecer como idênticas ou apenas semelhantes, desde que consigam criar este efeito. Sua principal utilização está ligada à intenção de gerar uma repercussão semelhante à da assonância, que é a mesma ideia, mas embasada em vogais, e à onomatopeia, que busca simular em palavras o som de um animal ou de um objeto, por exemplo.


Exemplos de aliteração

Sua presença é bastante notável no campo artístico – aparecendo em inúmeras músicas da MPB e poesias da literatura universal – e também no cotidiano, ao passo que está denotada em trava-línguas e ditados.

Exemplo 1

“Chove chuva choverando.”
– Oswald de Andrade

Neste caso, é possível notarmos a repetição das mesmas consoantes – ch – interferindo completamente na sonoridade da oração, fazendo com que a leitura fique mais rápida.

Exemplo 2

“Olha o sapo dentro do saco
O saco com o sapo dentro
O sapo batendo papo
E o papo soltando vento”
– Ditado Popular

O ditado acima lida com diversas modalidades de aliteração. Além das variadas letras utilizadas – s, p, n, d, t – a posição também está sujeita à variação, aparecendo tanto no início das palavras quanto no fim.

Exemplo 3

“Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente.”
– Gabriel, o Pensador

O trecho de música apresentado foca na repetição das letras m e d, que persistem durante a frase e ditam o ritmo da leitura. Entretanto, surgem também as sonoridades de n e t que, embora não sejam dominantes, reforçam a presença das outras.

Exemplo 4

“Três pratos de trigo para três tigres tristes.”

O efeito de “trava-línguas” que ocorre neste exemplo se deve à aliteração de t e r, basicamente. Sua complicação vem da alternância de posição das consoantes ao longo da oração. O s no final da maioria das palavras também se destaca.

Exemplo 5

“Cheguei no cinema e tomei uma xícara de chá.”

O último modelo demonstra que a semelhança, embora não se dê necessariamente nas letras em si, pode ocorrer apenas no nível sonoro, desde que haja uma correspondência fonética em questão.


Aliteração no Pinterest


Avaliação média: 4.67
Total de Votos: 6

Aliteração