Para ilustrar algo é preciso, muitas vezes, mudar a perspectiva e ver aquilo sob uma lente de aumento.

O que é hipérbole?

A hipérbole, também conhecida por auxese, é uma figura de pensamento e, assim como a ironia, depende muito da percepção do leitor e do interlocutor para que seu efeito se concretize da maneira mais adequada. Isto porque sua principal função é exagerar uma ideia, geralmente em seu aspecto quantitativo.

Esta figura de linguagem é muito utilizada para aumentar a importância de uma imagem, de modo que ela cause mais impacto ou soe mais intensa. Em muitas ocasiões este trabalho se dá apenas no aspecto quantitativo, ligando-se ao tempo, aos objetos e etc.

Exemplos de hipérbole

É comum também ser utilizada como recurso textual para maximizar sentimentos e percepções, de modo que, ao decorrer da leitura, aquilo ganhe um destaque imediato Ela também funciona no sentido oposto, diminuindo alguma coisas, concretas ou abstratas, mas também como o mesmo propósito de evidenciar.

Exemplo 1

“Não vou à festa da Aninha nem que me batam e prendam!”

O enunciador em questão certamente não precisa ou deseja apanhar e ser preso, apenas se vale de ações muito ruins para fazer uma ilustração de como ele não iria na festa em questão em nenhuma ocasião.

Exemplo 2

“Rios te correrão dos olhos, se chorarares!”
– Olavo Bilac

Neste trecho, fica óbvio que é impossível alguém chorar a mesma quantidade de água que está contida em um rio, quem dirá em vários. Entretanto, o autor lança mão da hipérbole a fim de exemplificar a imensa quantidade de sofrimento que seu interlocutor irá sentir.

Exemplo 3

“Esta cadeira não pesa mais que uma formiga, pode levar.”

Aqui, a intenção é indicar que a cadeira em questão é muito mais leve do que se imagina. Obviamente, é impossível que alguma cadeira pese menos que uma formiga, mas a imagem se vale exatamente desta obviedade para atingir o que quer.

Exemplo 4

“Estou morrendo de rir.”

Ninguém passa a morrer imediamente porque ri, portanto, cabe notar que aqui o esforço do enunciador é exprimir a quantidade exagerada de risadas que ele está dando.

Exemplo 5

“Não moverei uma palha para que isto aconteça!”

O ditado acima parte do pressuposto que uma palha, por ser demasiadamente pequena e leve, seria algo fácil para se mover. Portanto, ao dizer que nem ela seria movida em prol de alguma causa, o desejo é enfatizar que realmente não se pretende fazer nada.


Avaliação média: 5
Total de Votos: 5

Hipérbole