As expressões não estão limitadas apenas aos humanos e podem aparecer com diversas facetas no mundo.

O que é prosopopeia?

A prosopopeia, também conhecida como personificação, é classificada como uma figura de semântica ou pensamento. Isto ocorre desta forma porque seu efeito no texto está ligado à interpretação do leitor mais do que à sonoridade da pronúncia ou à sintaxe que rege o enunciado.

Esta figura de linguagem consiste na atribuição de características relacionadas a seres animados – movimentação, sentimento ou fala – a objetos ou criaturas inanimadas, presentes no campo do imaginário. Também é bastante comum que este processo ocorra na passagem de marcas essencialmente humanas, geralmente ligadas às aplicações da língua, para animais.

Exemplos de prosopopeia

É muito costumeiro notarmos sua presença em fábulas, onde os bichos geralmente falam e formulam ideias que são embasadas em atitudes costumeiramente humanas. Ele ainda pode aparecer em uma configuração distinta, caracterizando objetos ou fenômenos da natureza.

Exemplo 1

“Os rios vão carregando as queixas do caminho.”
– Raul Bopp

Por mais que seja um senso comum dizer que os rios “carregam” ou “levam” algo, o exemplo acima pode ser tratado como uma prosopopeia, pois estas atividades são essencialmente animadas e estão ligadas à presença de mãos e braços.

Exemplo 2

“O vento beija meus cabelos.”
– Lulu Santos

O trecho desta canção se vale do recurso da personificação para aproximar o vento do eu-lírico. Como o beijo pressupõe a existência de lábios, sua ocorrência aqui é abstrata e metafórica.

Exemplo 3

“O fogo dançava no escuro.”

A “dança” referida acima é usada para ilustrar o movimento realizado pelo fogo e não deve ser compreendida de forma literal, pois para isso ela deveria estar inserida em um contexto no qual fosse possível envolver a presença de um corpo.

Exemplo 4

“Migalhas dormidas do teu pão.”
– Cazuza

Neste caso, “dormidas” é usado como uma representação para algo amanhecido, que já está há algum tempo em seu lugar, gerando assim a interpretação de que houve um envelhecimento pelo qual passaram estas “migalhas”.

Exemplo 5

“Hoje o sol acordou triste e se escondeu.”

Certamente o sol não pode acordar nem se esconder como fazem as pessoas e os animais. O enunciador recorre à figura de linguagem para criar uma impressão a respeito daquilo que viu, provavelmente se referindo a um dia que amanheceu nublado e sem muita luz solar.


Avaliação média: 4.71
Total de Votos: 7

Prosopopeia